Ácido Salicílico: descubra o que é e saiba quando usar

São tantos ativos que fazem parte dos produtos de beleza que usamos no dia a dia, que fica difícil saber para que servem, não é mesmo? O ácido salicílico, por exemplo, você já ouviu falar?

Queridinho de quem tem pele oleosa, acneica ou com manchas, o ácido salicílico possui diversas propriedades que atuam para melhorar o seu aspecto.

Quer saber mais sobre esse super ingrediente que faz parte de tantos dermocosméticos? Acompanhe!

Acido Salicilico

O que é ácido salicílico?

Primeiramente, o ácido salicílico é um beta-hidroxiácido. E o que isso quer dizer, afinal?

Essa é para quem entende de química: no beta-hidroxiácido a hidroxila e a parte ácida da sua molécula são separadas por dois átomos de carbono.

Isso faz com que ele seja mais solúvel em óleo, fazendo com que ele penetre mais facilmente nos poros e ajuda no controle da oleosidade.

Ao mesmo tempo que ele dissolve uma estrutura chamada desmossomo, que é, em resumo, uma placa de proteínas especiais, responsável por unir as células.

Quando se dissolve essa estrutura, as células ficam livres e o produto que contém o ativo consegue limpar a pele de forma mais profunda, removendo as células mortas.

O ácido salicílico tem origem natural, derivado da salicina encontrada na casca de salgueiros, no entanto, costuma ser produzido sinteticamente.

Além disso, está presente em diversos produtos, inclusive em algumas maquiagens.

A Clinique, por exemplo, tem a base Anti-Blemish Solutions que possui ácido salicílico na sua formulação.

É uma base leve e fresca que deixa a pele com um ar natural. Além disso, ela não irrita, é livre de óleo, ajuda a tratar e prevenir a acne, além de neutralizar a irritação e vermelhidão da pele.

Para que serve o ácido salicílico?

As principais propriedades do ácido salicílico são:

  • Ação antienvelhecimento;
  • Aumenta a produção de colágeno;
  • Clareia cicatrizes e manchas;
  • Deixa a pele mais fina;
  • Diminui a ação de bactérias e fungos;
  • É anti-inflamatório;
  • É antimicrobiano;
  • Esfolia a camada superficial da pele;
  • Melhora o aspecto de cravos e espinhas;
  • Promove renovação celular;
  • Reduz o tamanho dos poros;
  • Suaviza linhas finas.

Quanta coisa né? São tantos benefícios, que dá vontade de usar, não é? Mas afinal, como se usa o ácido salicílico?

Como usar o Ácido Salicílico?

Você pode usá-lo em um dos inúmeros dermocosméticos que possuem esse componente na sua fórmula. Você pode incluí-los na sua rotina de skincare antes de dormir, por exemplo.

Além do rosto, pode-se usar o ativo também no corpo em produtos específicos.

Quer saber algumas opções? Vamos te mostrar agora!

Limpeza

Na hora da limpeza do seu rosto ou corpo, você pode usar um sabonete com ácido salicílico.

A Dermage, por exemplo, tem uma linha chamada Secatriz que possui dois formatos de sabonete antiacne, um em barra e um líquido.

Os dois contém o ácido salicílico na composição e auxiliam no tratamento e suavização da acne, removendo impurezas e controlando a oleosidade.

Sempre lembrando que é importante consultar um dermatologista para saber qual a concentração você pode e deve usar para seu tratamento.

Outra opção para limpeza e purificação com ácido salicílico natural é o gel de limpeza purificante Vinopure da Caudalie. Ele comprime os poros, enquanto reduz o excesso de oleosidade, cravos e imperfeições.

Além disso, tem polifenóis da semente de uva, óleos essenciais orgânicos, água de uva e água de rosas para promover uma pele glow saudável.

Reduzir imperfeições

O ácido salicílico pode ser usado para tratar imperfeições da pele.

Inclusive, a Sephora Collection tem dois produtos que foram feitos exclusivamente para esse fim.

A loção anti-imperfeições Dr. Pimple, que é combinada com AHA, que são os alfa-hidroxiácidos, como ácido glicólico, por exemplo, esfolia a pele enquanto seca a área de aplicação.

Ele reduz a aparência de vermelhidão deixando a pele lisa, unificada e purificada.

Já o Sérum The Antidote suaviza a textura da pele, penetrando rapidamente e apertando os poros.

O sérum também possui ácido hialurônico de origem natural, a partir de trigo e milho, que é conhecido por hidratar.

Suavizar a pele

Outra característica do ácido salicílico é tratar cicatrizes de acne ou agir contra a formação de lesões.

E se você quer deixar sua pele fresca e revitalizada, pode optar pela máscara facial Hydra Zen Rose Sorbet Cryo-Mask da Lancôme.

Ela garante uma pele perfeita e refrescada em apenas 5 minutos! A máscara também é formulada com água de rosas e ajuda a reduzir visivelmente a aparência dos poros e a suavizar a textura da pele.

Além disso, proporciona um glow instantâneo com sua textura irresistível de sorbet pink que revitaliza a pele cansada e sem brilho.

Procedimentos com ácido salicílico

O ácido salicílico também pode ser utilizado em procedimentos estéticos, como peeling químico, por exemplo.

Ele melhora o aspecto e a textura da pele e auxilia no controle da acne, além de atuar na redução das rugas finas e manchas.

Quem tem pele oleosa e com tendência à acne pode se beneficiar desses procedimentos.

É importante salientar que o peeling químico não deve ser feito todos os dias, como as aplicações dos dermocosméticos, por exemplo.

Isso porque, normalmente, possuem uma maior concentração e um potencial mais agressivo na sua fórmula.

Contraindicações

Como mencionamos, procure sempre auxílio do dermatologista quando for utilizar produtos com ácido salicílico.

Dessa forma, observe quaisquer sinais de alergia na sua pele, como vermelhidão, ardência ou coceira.

Peles secas devem tomar cuidado com a quantidade de vezes que o produto é utilizado já que podem desenvolver uma reação inflamatória.

Se acaso, você tenha alguma das questões abaixo, o ideal é não utilizar produtos que contenham ácido salicílico:

  • Gestantes;
  • Pele muito sensível;
  • Pele com inflamação ou infecção;
  • Pessoas que tenham alergia a aspirina.

Estima-se que 1% da população mundial tenha alergia ao ácido salicílico, o chamado salicilismo, principalmente quando aplicado em grandes concentrações e em uma área extensa do corpo.

Outro cuidado fundamental é não tomar sol enquanto estiver com o ácido salicílico na pele. Sendo assim, utilize sempre protetor solar!

No caso do protetor, você pode usar um que tenha outro componente que case bem com o ácido salicílico e seja bom para peles oleosas.

O protetor solar anti poluição UV Plus Ecran Multi-Protection da marca francesa Clarins, por exemplo, possui ácido hialurônico na sua composição, agindo contra a desidratação.

Ele tem alta proteção contra raios UVA e UVB, com FPS 50. Além disso, uma reforçada ação antioxidante de extratos orgânicos.

Como tem extratos de groselha orgânica, é ótimo para peles sensíveis, principalmente para quem usa produtos mais abrasivos como os que contém ácido salicílico.

Ficou interessada nos produtos que indicamos? Pois saiba que todos eles você encontra em uma das lojas Sephora espalhadas pelo Brasil ou ainda no nosso site!

E fique sempre por dentro de todas as novidades do mundo da beleza aqui no nosso blog!

Compartilhar