Aprenda Como Escolher a Base Certa para a sua pele

Uma das principais dúvidas de quem começa a se aventurar pelo universo da maquiagem é como escolher a base certa para a própria pele. Acertar na cor e nas propriedades mais adequadas para o seu tipo de pele pode realmente parecer um desafio, principalmente quando levamos em consideração a grande variedade de produtos disponíveis no mercado.

Porém, como nosso principal objetivo é te ajudar a encontrar o melhor para a sua beleza, preparamos este texto como um guia com dicas práticas para que você entenda como saber a cor da base e também quais propriedades mais se adequam às suas necessidades. Leia e nunca mais erre nessa escolha!

Conheça seu tom e subtom de pele

Um dos primeiros passos para descobrir como escolher a cor da base é entender qual é o tom e o subtom da sua pele. O tom da pele é aquele que está na superfície e que notamos imediatamente: pode ser claro, médio ou escuro.

o subtom da pele é uma cor que atua em conjunto com o seu tom de pele, mas que não é percebida logo de cara. Ele pode ser rosado, amarelo-dourado, vermelho-alaranjado, oliva, verde-escuro, azulado ou neutro.

É comum, por exemplo, que pessoas que têm ascendência oriental tenham o tom de pele de claro a médio com fundo amarelo-dourado. Já pessoas negras podem ter a pele em tom médio ou escuro com fundos oliva, vermelho-alaranjado ou azulado. Por sua vez, quem tem ascendência ou é de etnia árabe costuma ter a pele em tom médio com subtom oliva.

Há ainda algumas pessoas, de todas as etnias, que apresentam subtons misturados, sem que uma cor se sobressaia. São aquelas que possuem o subtom de pele neutro.

Como descobrir o seu subtom de pele

Os subtons de pele podem ser divididos entre quentes, frios ou neutros — e reconhecer o seu é essencial para descobrir como acertar o tom da base.

  • Para subtons quentes, o recomendado é procurar bases mais amareladas;
  • Para subtons frios, o ideal é usar bases de fundo rosa ou cinza;
  • Já para subtons neutros, praticamente qualquer base funciona

Essa é a indicação geral para quem quer aprender como saber o tom da base. Para você encontrar o seu subtom, falaremos sobre os mais comuns e explicaremos as diferenças entre eles:

Subtom de pele rosado

Frio, o subtom de pele rosado é mais comum em pessoas brancas com tom de pele claríssimo. É a pele naturalmente corada, que fica vermelha após exposição ao sol e nunca bronzeia.

Subtom amarelo-dourado

Quente, o subtom de pele amarelo-dourado é mais pálido do que corado. Este tipo de pele fica bronzeado no sol desde que seja exposto aos raios solares com segurança e o bronzeado é dourado e duradouro. Esse subtom é o mais comum entre as brasileiras.

Subtom de pele oliva

Frio e muito comum no oriente-médio, o subtom de pele oliva apresenta tez naturalmente pálida (sem aquele rosadinho nas bochechas). Ao tomar sol, fica com um bronzeado café, mais puxado para o marrom do que para o dourado.

Subtom vermelho-alaranjado

Quente e típico das peles negras, o subtom vermelho-alaranjado é aquele que bronzeia com facilidade, ressaltando a nuance avermelhada da pele. É o mais comum entre as negras brasileiras e em indígenas.

Subtom verde-escuro

Comum nas peles negras de tom médio a escuro, o subtom verde-escuro é frio e não bronzeia com a exposição ao sol, ficando manchado e acinzentado se for exposto sem proteção. Esse subtom mistura com o tom de superfície da pele, criando um tom marrom-chocolate.

Subtom de pele azulado

Frio, o subtom de pele azulado é raro no Brasil, sendo mais comum em pessoas negras. Este tipo de pele não bronzeia no sol, mas pode ficar acinzentado se o tom de superfície for claro, por isso precisa de bastante proteção contra os raios solares.

Identifique as características da sua pele

A base é fundamental para que a sua maquiagem fique exatamente com o efeito que você deseja — ela é realmente a base de tudo. Além de saber como escolher a cor da base, é preciso ficar atenta também às necessidades da sua pele, às características dela e à ocasião. O primeiro fator a considerar é o seu tipo de pele.

Como reconhecer o seu tipo de pele

O seu tipo de pele influencia, e muito, na escolha da base ideal para você — e, por isso, é tão comum que as pessoas se perguntem qual a base certa para cada tipo de pele. Isso porque diferentes produtos se encaixam melhor com características específicas de cada tipo de pele, seja ela normal, seca, mista ou oleosa.

Se você se pergunta não só como saber a cor da base, mas também qual a base certa para cada tipo de pele, confira a seguir quais são as especificidades de cada tipo e retire todas as suas dúvidas!

Pele seca

Se a sua pele sempre fica esbranquiçada, descamando e/ou com uma sensação de repuxamento, ela é seca. Este tipo de pele apresenta uma dificuldade maior em reter as partículas de água, sendo um pouco mais rígida e sensível do que as demais.

Antes mesmo de saber como escolher base para pele seca, é necessário investir em um bom hidratante facial. E, quanto à escolha de bases, as mais recomendadas são as que têm uma textura que vá do líquido ao cremoso e boa cobertura.

Pele normal

Se a sua pele é normal, você não sofre nem com o ressecamento constante nem com o excesso de oleosidade. Esse é o tipo de pele mais versátil, funcionando bem com bases de todos os tipos de textura, das mais secas, passando pelas cremosas e em bastão até as líquidas e cremosas. Tudo vai depender do efeito que você deseja criar e, é claro, da sua preferência.

Pele mista

Com a zona T (testa, nariz e queixo) mais oleosa e laterais do rosto normais ou secas, a pele mista precisa de equilíbrio. Bases leves e de textura líquida funcionam melhor neste tipo de pele.

Se você quiser saber como escolher a base certa para disfarçar o excesso de brilho das áreas mais oleosas, invista em bases com acabamento matte ou então use uma camada de pó translúcido somente nessas regiões.

Outra opção para quem tem pele mista, quer saber como escolher a base certa e não sofre com manchas e não apresenta muitas imperfeições na pele é usar uma base em pó somente na zona T. Este tipo de produto geralmente tem um poder de cobertura menor, mas apresenta durabilidade maior.

Pele oleosa

Se o seu rosto está constantemente brilhante e você tem uma sensação “gordurosa” ao tocar a pele, sua pele é oleosa. Normalmente quem tem esse tipo de pele procura amenizar a aparência de brilho e poros dilatados com a maquiagem. Para isso, bases líquidas de efeito matte e em pó são as mais adequadas.

aprenda como escolher a base certa para a pele

Como escolher a textura da base

Parte de saber como escolher a base certa passa por conhecer e descobrir qual é a textura que mais combina com seu tipo de pele e que mais te agrada. As texturas de base mais comuns são:

Base líquida

A base líquida é ideal para peles secas e mais maduras. Ela é considerada fácil de aplicar e pode variar de cobertura leve a cobertura alta — algumas podem até ser aplicadas em várias camadas para construir uma cobertura mais alta.

Base em pó

Para quem tem pele oleosa, a base em pó é uma ótima aposta. Este tipo de base ajuda a disfarçar e controlar a oleosidade da pele, deixando um acabamento matte.

Base cremosa

As bases cremosas costumam ter cobertura mais alta e são também consideradas fáceis de aplicar. Não são recomendadas para quem tem pele oleosa — ou, neste caso, o indicado é finalizar com pó.

Base em mousse

Costuma ter cobertura mais leve e deixa um acabamento natural na pele. A maioria das bases em mousse são oil free e por isso podem ser usadas por qualquer tipo de pele.

Como saber qual é a cobertura ideal para você

Além de como saber o tom da base e qual é a textura que mais combina com seu tipo de pele, é essencial também conhecer os tipos de cobertura para escolher a base ideal.

Assim como na hora de saber qual a base certa para cada tipo de pele, a escolha da cobertura também depende das características da sua pele. Uma pessoa com quase nenhuma mancha ou imperfeição precisa de muito menos cobertura do que quem sofre com melasma ou tem muitas espinhas, por exemplo.

A ocasião também influencia no tipo de cobertura mais adequado. Para uma maquiagem de dia a dia, uma base leve normalmente é suficiente. Já para uma maquiagem de festa, o recomendado é uma base de cobertura mais alta.

A seguir vamos explicar um pouco sobre os diferentes tipos de cobertura para que você entenda melhor como escolher base considerando também esse ponto.

Base com cobertura leve

Se a sua pele tem um tom bastante uniforme, com manchinhas bem pontuais e poucas olheiras, o ideal para você é uma base de cobertura leve. Ela irá trazer mais uniformidade sem pesar, oferecendo um acabamento natural.

Produtos com este tipo de cobertura precisam de retoques ao longo do dia, pois as manchinhas podem voltar a aparecer após algumas horas. Você pode usar este tipo de base para trabalhar ou em momentos que deseja um visual mais “clean”. A maior parte dos BB Creams se enquadra nesta categoria.

Base com cobertura média

Quem possui algumas manchinhas, espinhas e cravinhos na zona T e olheiras leves pode obter bons resultados com uma base de cobertura média. Este tipo de efeito também pode ser usado em festas diurnas e eventos formais que necessitam de uma maquiagem completa, mas permitam ainda um acabamento mais natural.

Com uma base de cobertura média, muitas vezes você pode até dispensar o corretivo, mas é importante dosar a quantidade de produto e apostar na textura certa para não criar um look pesado.

Base com cobertura total ou alta cobertura

Se você tem sardas (e deseja cobri-las), manchas mais escuras — como de acne, rosáceas ou melasma —, olheiras profundas e muitas imperfeições no rosto, pode uniformizar a pele com bases de cobertura total ou alta cobertura.

Esse tipo de base pode ter textura mais pesada, como as versões cremosas, ou super leves, como as líquidas. E, quem deseja um acabamento natural, pode recorrer às bases com efeito HD, que oferecem a alta cobertura com um acabamento aveludado. Produtos com estas características são indicados para maquiagens de festa e momentos em que você necessita de uma produção completa.

Conheça os tipos de acabamentos de bases

Outro fator essencial para saber como escolher a base certa e ficar com a pele perfeita, com o efeito desejado por você, é o acabamento que ela proporciona. Confira quais são os possíveis tipos de acabamentos!

Acabamento matte

Com toque seco e sem brilho, as bases de acabamento matte são perfeitas para quem deseja equilibrar a oleosidade natural da pele ou deixar o visual com aspecto aveludado.

Acabamento natural

O acabamento de base natural tem como objetivo imitar a textura de pele natural. São as bases que ficam “invisíveis” sobre o rosto, deixando um aspecto de pele tratada e sem nenhum produto.

Acabamento luminoso

Quem deseja potencializar o brilho natural do rosto tem neste tipo de base o aliado perfeito. A base de acabamento luminoso é ideal para quem sofre com o ressecamento da pele e precisa usar a maquiagem para dar viço ao rosto.

Acabamento HD ou 4K

O acabamento HD ou 4K é o acabamento das bases criadas especificamente para a televisão. Elas apresentam um aspecto natural e deixam a pele livre de imperfeições mesmo quando filmada com máquinas de alta-resolução.

Como escolher a base certa na loja

Agora que você já conhece melhor a sua pele e as características que uma base pode ter vai ficar mais fácil saber como escolher base. Pense quais são as propriedades que você deseja, o que combina mais com seu tipo de pele e a seguir é hora de ir às compras.

Ir a uma loja física e testar diversos produtos para encontrar um que atenda às suas expectativas é o jeito “clássico” de fazer isso. Nesse cenário, o ideal é experimentar pelo menos três opções de base no rosto.

Ah, e na hora de pôr em prática o que você aprendeu sobre como saber a cor da base, a região ideal para verificar se é o tom correto para você é a área do colo ou na região do maxilar. Leve em conta se você toma a mesma quantidade de sol no rosto e no corpo.

Depois de aplicar a base no colo ou no maxilar, espere alguns minutos para verificar se ela não escurece. A base certa “desaparece” ao ser aplicada na pele. Se você pode vê-la após a aplicação, ela não é o seu “match”.

E atenção! Nunca teste base na pele das mãos ou na parte interna do pulso. Tanto a textura quanto a cor da pele das mãos e braços são muito diferentes da do rosto. Por isso, as chances de errar são muito maiores quando você testa a base nessas áreas e, portanto, essa não é a melhor maneira de como escolher a cor da base.

Se restar alguma dúvida, você pode recorrer a serviços especializados como o Personal Beauty Advisor da Sephora. O Personal Beauty Advisor é uma consultoria personalizada nas nossas lojas físicas na qual um dos nossos especialistas orienta quais são os melhores produtos para realçar a sua beleza.

Como escolher a cor da base pela internet

Se você está se perguntando como escolher a cor da base pela internet, saiba que não é impossível! Pode ser um pouco mais difícil do que em uma loja física, mas com algumas dicas é possível encontrar o tom perfeito para você.

Para saber como escolher a cor da base pela internet, siga essas dicas:

  • Fique mais atenta às nomenclaturas e classificações de cor de cada marca;
  • Pesquise a classificação de tons e subtons de cor usada pelas marcas da sua preferência e compare com as características da sua pele;
  • Caso já tenha uma base que combine bem com a sua pele, busque comparações dela com outras bases;
  • Procure swatches das bases que você tem interesse — de preferência em peles de tom e subtom próximos do seu.

Quer testar seus conhecimentos e nossas dicas de como escolher a cor da base na internet? Confira agora mesmo todos as bases disponíveis no site da Sephora!

Compartilhar