Subtom de Pele: saiba como identificar o seu e acerte na make

Você escolhe e compra uma base e, quando vai passar, percebe que ela deixa a sua pele amarelada — ou esverdeada, rosada… Já aconteceu por aí? Essa situação super comum tem uma explicação bem simples: o subtom de pele.

Toda pele tem um tom de pele, que é o que percebemos logo de cara e normalmente é classificado em claro, médio e escuro, e uma cor de fundo, que é o subtom de pele. Ambas essas características influenciam na hora de escolher a make ideal para você.

Qual a diferença de tom e subtom de pele?

Agora você deve estar se perguntando qual é a diferença entre tom e subtom de pele, certo? Como já dissemos, o tom de pele está relacionada à cor e é classificado em claro, médio e escuro.

Por outro lado, o subtom de pele não é tão “óbvio”, ele não é tão evidente à primeira vista. O subtom é uma nuance, uma cor de fundo da pele que pode ser quente, frio, neutro ou oliva.

A divisão de acordo com tom e subtom de pele fica assim:

  • Pele clara: pode ser amarelada (quente) ou rosada (fria) — o subtom amarelado é muito comum no Brasil;
  • Pele escura: pode ser avermelhada (quente) ou azulada (fria) — o subtom avermelhado é mais comum no Brasil;
  • Pele de subtom neutro: é um equilíbrio entre azul, vermelho e amarelo;
  • Pele de subtom oliva: é um intermediário entre o amarelado e o azulado, tem aspecto esverdeado.

Como identificar o subtom de pele?

Agora que você já sabe a diferença entre tom e subtom de pele, vamos à segunda grande questão: como identificar o subtom de pele? Existem alguns testes que você pode fazer para descobrir.

Teste do bronzeamento

Para descobrir seu subtom de pele, responda à seguinte pergunta: quando você toma sol, sua pele bronzeia ou fica vermelha? Se você se bronzeia, seu subtom é quente. Se fica vermelha, é um subtom de pele frio. Se você não bronzeia nem fica vermelha, é um subtom de pele neutro.

Teste do pulso

Outra forma de descobrir seu subtom de pele é observando as veias no seu pulso. Se elas forem azuis ou roxas, é um subtom de pele frio. Se forem verdes ou amarronzadas, é quente. O subtom de pele neutro apresenta uma mistura de azul e verde.

Teste da moeda

Coloque uma moeda dourada e outra prateada (pode também usar pulseiras, colares, brincos…) sobre o dorso da mão e observe qual combina mais. Se for a dourada, seu subtom é quente. Se for a prateada, é um subtom de pele frio. Se ambas combinarem, é um subtom de pele neutro.

Para que saber o tom e subtom de pele?

Até aqui você já descobriu o que é tom e subtom de pele e como identificar o subtom de pele. Agora vamos falar sobre a utilidade disso para a sua vida!

Reconhecer seu subtom de pele torna muito mais fácil escolher a base certa ou ainda paletas de sombras e roupas que destaquem a sua beleza natural. O seu subtom deve sempre ser o mesmo da base e do corretivo, por exemplo, e saber disso já evita aquele probleminha que citamos lá no começo do texto.

Ou seja, identificar seu subtom de pele é uma forma de autoconhecimento e, sem esse conhecimento, você fica muito mais suscetível a usar cores que não te valorizam e a aplicar makes que pode acabar te “derrubando”.

Compartilhar